Visões – Vozes Inaudiáveis

Este grupo foi criado em consequência de questionamentos que acompanham suas/seus integrantes em sua rotina como estudantes de música. Em 2018 iniciaram o grupo no PET-Música Unesp, com a intenção de sanar essa demanda. Ao iniciarem este projeto não possuíam referências, mas aos poucos, neste último ano e meio, o grupo tem encontrado o seu lugar nessa luta. Tanto pela curiosidade em saber onde estão as mulheres na história desta arte, quanto pela pouca aparição delas no conteúdo ministrado nas academias e no repertório das salas de concerto.
O trabalho das Vozes Inaudiáveis se pauta, a partir de pesquisas e levantamento de repertório, em resgatar a vida e obra de compositoras históricas e atuais, estrangeiras e brasileiras, criando espaço para apresentação de quem está em atividade hoje. 
O intuito é trazer artistas e pesquisadorxs da área para realização de palestras, recitais (didáticos ou comentados) e mesas redondas, além de promover diversos atos de intervenção dentro do Instituto de Artes da Unesp e divulgação das suas pesquisas em plataformas digitais e físicas.

Ata da reunião de 27/05/2019 – Operacional

Nesta reunião estiveram presentes: Lilian, Tide, Mariana, Flora H., Eliana, Manon e Marisa e Chico. (nova). Flora G. participou por hangouts.

Informes

  • Mariana contou que ela e a Manon ouviram o programa de radio no fim de semana e levantaram questões sobre a produção.
  • Mariana e Lilian contaram sobre suas participações em eventos musicais na semana que vem.
  • Eliana contou sobre sua participação na reunião da CDH. Hoje ela se reuniu com alunxs da ECA para ouvir alguns relatos para encaminhar à comissão.

Sugestões

  • Manon: Diminuir as falas da Mariana e da Flora H. para deixar ouvir os sons do ambiente em que estavam (gatos, xícaras e talheres, etc.), ou inserir outros sons.
  • Flora falou sobre a questão da clareza sonora, para o caso de alguém ouvir no carro ou em outros locais em que o equipamento não é tão sensível.
  • Mariana sugeriu colocar transições entre as falas para tornar o programa mais interessante.
  • Tide sugeriu gravar um pouco de sons de fundo e depois colocar. São técnicas de edição.
  • Mariana contou que a casa da argentina Alma Laprida tinha muitos sons de água, uma torneira que não fechava bem, coisas assim.
  • Lilian sugeriu que na hora da montagem sejam feitos enquadramentos que priorizem determinados sons. Estes sons podem surgir separadamente em alguns trechos e misturados com outros em outras partes. Ela acha que tem muita fala e pouco tempo para perceber outros sons.
  • Manon disse que seria mais fácil editar as entrevistas uma de cada vez, com uma transição legal entre elas.
  • Mariana sugeriu começar com a conversa entre ela e a Flora.
  • Manon acha que falta uma conclusão para encerrar o programa, assim como dar créditos a quem participou.
  • Chico sugeriu que deixemos o pré-programa na página da Sonora do face, ou do site, para ouvir retornos e opiniões antes de finalizar.
  • Manon sugeriu fazermos uma versão que se possa baixar no celular.
  • Faltou gravar a bio da Alma Laprida.

Radio

  • Ouvimos o pré-programa editado por Flora H. e continuado por Manon, juntamente com Mariana.
  • Sentimos falta de algumas informações para situar o/a ouvinte, como a contextualização da composição da Valéria, por exemplo. Não deu para entender de que residência artística ela fala na entrevista, que tipo de tratamento ela estava fazendo quando compôs a peça, quais eram as condições.
  • Para introduzir as informações que faltam, Flora H. se dispôs a gravar.
  • Mariana sugeriu colocar o trecho em que ela fala com a Alma Laprida sobre a peça da Valéria Bonafé como transição entre as duas obras.
  • Para a conclusão, seria bom a Carol gravar, já que gravou as introduções às duas entrevistas.
  • Em relação ao próximo programa, foi sugerido fazer com a gravação realizada durante o Sonologia com a Ximena. Inclusive porque existe a gravação dela no próprio Sonologia, em boa resolução.
  • Lilian sugeriu que ouçamos esta entrevista para ver se está inteligível para quem não estava lá.
  • Carol ficou de vir à próxima reunião para gravar a conclusão, os créditos, onde o podcast vai ficar disponível, e agradecer às pessoas convidadas.

Calendário

  • 3/6 – Visões – com o grupo Vozes Ina(u)di(á)veis.
  • 10/6 – GE texto escolhido pelo Chico. Colocar no informe a elaboração da carta sobre o trocador e divulgação? Elaborar a carta sobre o trocador para a Diretoria e pensar na divulgação?
  • 17/6 – Operacional para radio.  
  • 24/6 – Preparar tudo para Jazzmin’s, incluindo flyer e divulgação.
  • 1/7 – Jazzmin’s no Espaço das Artes (confirmado) e Pizza!

Tarefas

  • Mariana e Manon ficaram responsáveis por montar um boneco do programa e trazer para o grupo.

Para a próxima reunião

  • Chico vai enviar texto por email.

Ata da reunião de 20/05/2019 – GE com o texto “Hydrofeminism: Or, On Becoming a Body of Water, de Astrida Neimanis

Nesta reunião estiveram presentes: Lilian, Tide, Dani, Mariana, Marina, Ana Laura, Eliana, Manon e Marisa Millan (nova). Vanessa e Valéria participaram por hangouts.

Todas se apresentaram no início da reunião.

GE

  • Mariana apresentou rapidamente o texto, falando que o conheceu quando estava em sua residência artística na Espanha. Mariana conheceu uma australiana, que sugeriu este texto num grupo de estudos lá, do qual participavam várias residentes como ela. O texto é de 2012.
  • Lilian falou dos tópicos que marcou em sua leitura:
  • Introdução
  • Lógica hídrica
  • Feminism leaks
  • Membrana e viscosidade
  • Pós-humanismo (more than human)
  • Ecotone (espécie de mangue?)
  • Transcorporeal creep
  • Hydrofeminism
  • Vanessa levantou os seguintes pontos: a conexão com o feminismo francês, que migrou para a Austrália na década de 1960. Estas autoras que Astrida cita – Helene Cixous, Luci Irigaray e Trinh Minh-há -, estavam estudando em Paris e têm uma genealogia diferente da estadunidense. Estavam estudando um feminismo que vinha da psicanálise. Estavam preocupadas com a política mas não só, uniam a questão indígena, ambiental, etc. Estas questões são australianas, não existem na França ou nos EUA. Foram estas autoras que influenciaram Astrida a procurar os vínculos com a água. Há um movimento intergeracional e transnacional.
  • Vanessa explicou que este grupo australiano gerou ao menos 4 grupos: o francês, o espanhol, o holandês e o italiano. É uma abordagem diferente das demais teorias feministas. Tem elementos da cultura queer, da dança e de outras áreas.  
  • Dani lembrou das culturas afro-brasileiras e de como a “umidade” da mulher a torna receptiva. Ao mesmo tempo, a estagnação criativa na mulher tem a ver com a estagnação das águas contaminadas (Dani lembrou do México, etc.).
  • Manon contou como chegou ao Brasil e percebeu a diferença entre o feminismo europeu e o brasileiro (latino-americano).
  • Chico observou que a autora fala de fluidez, mas também fala de separação, como as gramíneas do ecotone.
  • O grupo levantou a questão de quão relevante é discutir questões mais particulares quando existem problemas muito maiores que pedem medidas urgentes. Mas pensamos que estas coisas também são importantes.

Calendário

  • 20/5 – GE com texto Hydrofeminism. Colocar no informe a elaboração da carta sobre o trocador e divulgação.
  • 27/5 – Conversa sobre a radio e escuta do 1º programa. Elaborar a carta sobre o trocador para a Diretoria e pensar na divulgação.
  • 3/6 – Vozes Inaudiáveis (confirmado).
  • 10/6 – Teca convida Delalande (com NuSom). GE texto Chico.
  • 17/6 – Operacional para radio.  
  • 24/6 – Preparar tudo e mais flyer e divulgação Jazzmin’s.
  • 1/7 – Jazzmin’s no Espaço das Artes (confirmado) e Pizza!

Tarefas

  • Marina ficou de fazer flyer das Vozes Inaudiáveis.
  • Eliana ficou de mandar os materiais para esta divulgação (já foi pedido).

Para a próxima reunião

  • Sugestões: Pensar Vozes com Lilian, Marina, Mariana, Naty, Inés, Natasha, Júlia Teles (vozes) / Margareth Rago (Visões).
  • Definir data para arrumar site e redes sociais.

Ata da reunião de 13/05/2019 – Operacional

Nesta reunião estiveram presentes: Lilian, Mariana, Marina, Ana Laura, Eliana e Manon (amiga da Mariana). Chico e Valéria participaram por hangouts.

Na reunião de hoje tivemos a presença da Manon, que é francesa e tem experiência em som para cinema. Ela está interessada em ajudar a produzir, editar e o que precisar para os programas de radio.

Informes

  • Valéria trouxe a demanda de um trocador para os banheiros do Depto. de Música da ECA. Ela esteve no CMU para assistir a um evento no auditório e se viu em apuros quando precisou trocar a filhinha.
  • Perguntando ao chefe do Depto., a resposta foi que o trocador é um objeto caro e que a atual condição financeira da universidade não permite este tipo de gasto. Foi sugerido elaborar uma carta solicitando ao Diretor da ECA que tome providências neste sentido. Seria importante colocar na carta questões como higiene, temperatura, segurança, inclusão das mulheres, etc.
  • Vozes Inaudiáveis: ficou marcado um Visões com o grupo dia 3/6. Eliana mandou uma mensagem para a Natália pedindo material para o flyer. Marina vai fazer o flyer.
  • Jazzmin’s: recebemos a resposta afirmativa sobre o agendamento do concerto delas, dia 1/7, no Espaço das Artes.
  • CDH – Eliana contou que a resposta final sobre sua participação na Comissão dos Direitos Humanos da ECA foi que ela poderia participar como consultora externa. A presidente da comissão, Claudia Lago, ficou de avisar sobre a próxima reunião.  
  • Chico colocou um encaminhamento para o CDH. Foi falado que primeiramente precisamos participar de uma reunião para ver como encaminhar as denúncias e necessidades à comissão.
  • Ana Laura contou que a greve das universidades foi aprovada para dia 15. Estudantes e professores vão se encontrar as 14:00 hs na Pça. do Ciclista e de lá vão as 16:00 hs para o MASP.
  • Vai rolar GE com texto do Chico dia 10/6 depois do evento da Teca com o Delalande. Chico já está preparando sua apresentação do texto e vai passar o texto para todxs.
  • Mari vai preparar sua apresentação do texto do GE do dia 20/5.
  • Eliana pediu à Lis, representante da Jazzmin’s, que envie por email: informação sobre se elas têm alguém para cuidar do som, além de uma lista (rider) de equipamentos necessários para o concerto. Também foi perguntado quais são os instrumentos que elas tocam, se elas têm estantes para partituras, etc. Precisamos de informação sobre qual é a infraestrutura necessária para o evento. Marina ficou de tirar uma foto do espaço para mandar para elas. Eliana falou passou o contato da Lilian para a Lis, para falarem sobre isso. Fernando disse que o Pedro pode ajudar a montar e gravar o evento. Foi pedido uma foto e bio do grupo, além de um pequeno release. No dia 1/7 teremos que chegar cedo para montar o evento. Lilian sugeriu convidar o NuSom para fazer o evento conosco.
  • Lilian e Mariana contaram que está acontecendo um novo grupo de estudos na sexta-feira. Neste grupo a ata é feita cada vez por uma pessoa do grupo, em forma de texto. É um exercício de escrita, que acaba sendo uma produção literária e pode virar uma publicação do grupo. Mariana lembrou do texto sobre as organizações sem estrutura, que acabam gerando um certo engessamento das funções. Foi sugerido já começar a rodar as atividades na próxima reunião.
  • Lilian colocou, sobre o GE, a sugestão de uma pessoa apresentar o texto, mas cada um dos demais tem que elaborar uma ou mais perguntas sobre o texto.

Radio

  • Lilian recordou os processos realizados em torno da rádio, também para colocar a Manon a par do que estamos fazendo e em que ponto estamos.
  • Mariana lembrou que também foi entrevistada a pesquisadora colombiana Ximena, o que gerou um material grande para outro programa.
  • Lilian contou de um programa que ela ouviu, no qual ela reparou no quanto o locutor explicitava alguns conceitos que iam sendo citados. Ela achou interessante e generoso da parte do locutor, que, além de inserir o(a) ouvinte, tornava o programa mais variado.
  • Foi sugerido ter uma versão do programa em espanhol para as falas.

Selo

  • Lilian lembrou que o selo é uma demanda antiga da rede Sonora. Há um integrante do NuSom que está envolvido na organização de um encontro de selos, entre outras coisas relacionadas. Ele sugeriu que a Sonora pense numa parceria para gravar peças de integrantes da rede, entre outras coisas. Seria um treino para um futuro selo da Sonora.
  • Foi sugerido que a Sonora fizesse um projeto em que as integrantes fizessem toda a cadeia produtiva da gravação, desde a parte técnica até a artística.
  • Um problema e’, como sempre, a falta de recursos para execução de projetos. Teria que ser feito um crowfunding, ou outras formas de viabilizar a produção.
  • Ana Laura disse que gostaria de participar do selo regendo alguma obra de compositora para orquestra. Ela gostaria de fazer seu TCC no ano que vem com um projeto assim, ela precisa ter 45’ de música.

Calendário

  • 20/5 – GE com texto Hydrofeminism. Fazer flyer das Vozes Inaudiáveis. Colocar no informe a elaboração da carta sobre o trocador e divulgação.
  • 27/5 – Conversa sobre a radio e escuta do 1º programa. Elaborar a carta sobre o trocador para a Diretoria e pensar na divulgação.
  • 3/6 – Vozes Inaudiáveis (confirmado).
  • 10/6 – Teca convida Delalande (com NuSom). GE texto Chico.
  • 17/6 – Operacional para radio.  
  • 24/6 – Preparar tudo e mais flyer e divulgação Jazzmin’s.
  • 1/7 – Jazzmin’s no Espaço das Artes (confirmado) e Pizza!

Para a próxima reunião

  • Sugestões: Pensar Vozes com Lilian, Marina, Mariana, Naty, Inés, Natasha, Júlia Teles (vozes) / Margareth Rago (Visões).
  • Definir data para arrumar site e redes sociais.

Ata da reunião de 06/05/2019 – Operacional

Nesta reunião estiveram presentes: Lilian, Tide, Marina e Flora H. Flora C. participou por hangouts.

Informes

  • Carol: falou sobre apresentação de peças para percussão com o Renan. Ela disse que seria interessante ter a presença de mulheres também (tocando ou compondo). Como possibilidades foram sugeridas peças da Lúcia, Valéria, Marina, entre outras. Ela propôs a apresentação das peças para o início de agosto (série “Escuta:”).
  • Lilian colocou o convite do NuSom para o selo de gravação.

Radio

  • Foi realizada a escuta da última edição feita pela Flora H. Duração total do programa: 32 minutos com a vinheta.
  • Anotações da escuta:
  • Em 48”- falta transição entre fala da Carol e do Davi (antes da bio).
  • Em 1’15”- falta colocar sons de fundo (preencher). Foi sugerido inserir som de show de punk rock.
  • Falta preencher (em geral?) com outras camadas de fundo. Também foi sugerido deixar menos “seco”.
  • Lilian disse que não gosta da chamada “Vamos ouvir agora Reuniones Familiares de Alma Laprida”, por achar que parece uma quebra. Porém ela disse que “não é um problema, é um detalhe”.  Sugestão dela: “Reuniones Familiares de Alma Laprida”.
  • Flora comentou que selecionou as falas por assunto. Segundo ela, foi mais difícil separar a da Valéria por conta da quantidade de assuntos diversos em uma mesma fala.
  • Tide propõe cortar a música e intercalar com a entrevista, para não ficar um bloco grande de música e um bloco grande de fala (o que pode cansar o ouvinte). Lilian gosta da opção “obra-fala-obra-fala” por achar que muita fala ininterrupta cansa.
  • Lilian propõe chamarmos ouvintes externos para saber o que eles(as) acham. Acham cansativo? Entendem o espanhol?
  • LIlian propõe pôr trechos da peça durante a conversa (se as autoras deixarem).
  • Questão para bater o martelo com mais gente depois: “Coloca a peça inteira de uma vez ou cortada?”.
  • Tide propõe fazer uma versão acessível para a América Latina, em espanhol. Teria duas versões: português e espanhol.
  • Há uma sugestão conjunta de Flora traduzir (dublar) para a versão em português e a Mari traduzir (dublar) a versão em espanhol.
  • Foi enviado um áudio para a Valéria, para saber o que ela achava sobre as versões em português e espanhol e sobre os cortes (obra-fala-obra-fala). Ela disse que concorda com as duas versões e com os cortes também.
  • Falta gravar bio da Valéria com a voz dela (Lilian vai gravar essa semana).
  • Falta ajustar os volumes em geral (mixagem, equalização, etc.).
  • Falta também trabalhar a diferença entre a qualidade das gravações
  • Tide ficou de fazer as chamadas das peças (com a voz dela) com o microfone do NuSom.

Calendário

  • 13/5 – Reunião Operacional, site e redes sociais.
  • 20/5 – GE com texto Hydrofeminism.
  • 27/5 – Conversa sobre a radio e escuta do 1º programa. Preparar flyer e divulgação Vozes Inaudiáveis?
  • 3/6 – Vozes Inaudiáveis (confirmado)
  • 10/6 – Teca convida Delalande (com NuSom). GE texto Chico.
  • 19 ou 26/6 – Preparar flyer e divulgação Jazzmin’s?
  • 1/7 – Jazzmin’s no Espaço das Artes (a confirmar) e Pizza!

Para a próxima reunião

  • Sugestões: Pensar Vozes com Lilian, Marina, Mariana, Naty, Inés, Natasha, Júlia Teles (vozes) / Margareth Rago (Visões).
  • Discutir o convite do NuSom para o selo de gravação.
  • Site e redes sociais.