Ata da reunião de 07/05/2018 – Operacional

A pauta de hoje foi: RADIO

  • A primeira hora da reunião foi dedicada à instalação e testes dos equipamentos de gravação para iniciar a confecção do programa de radio da Sonora. Foi difícil, a princípio, conseguir abrir canais para as pessoas que estavam fora do espaço físico da reunião, gravando suas participações com boa qualidade. O intuito foi o de poder utilizar estas gravações no programa, futuramente.
  • Alguns informes também foram discutidos, como convites à rede para projetos que envolvem compositoras e pesquisas em mulheres na música.
  • Foi sugerido fazer uma caminhada, com destino programado, falando sobre memórias. Pensamos então em fazer o percurso passando pelo painel Sonora que foi feito na fachada da parede do CMU na semana da calourada.
  • 3 pessoas foram caminhar, sendo que uma delas não havia participado da intervenção do painel. As 2 outras vão contar para ela como foi o processo.
  • 3 pessoas ficaram na sala para conversar sobre o painel, além da que estava participando por hangout. Foi marcado o tempo de 20 minutos para o processo.

 

Momento 2 – relato de quem saiu do estúdio

  • As meninas que saíram da sala contaram o que ocorreu no percurso. Elas encontraram alunas, alunos e professores. A conversa fluiu livremente, comentando a ausência de peças de mulheres no repertório estudado nos cursos de música da universidade.
  • As pessoas que passearam fotografaram o painel à noite, iluminado pela luz interna do prédio, e mandaram para quem ficou na sala. Perceberam também que muitos papéis haviam desbotado.
  • Foi observado quantos papéis haviam caído (ou sido retirados), e divagaram sobre estes vazios.
  • Tentaram entrevistar o segurança do prédio, perguntando o que ele pensava a respeito do painel. Ele não emitiu qualquer opinião.
  • Com as (os) professoras (es) foi comentado sobre os nomes de compositoras que estudaram no CMU.

– relato de quem ficou na sala

  • Xs 4 integrantes que ficaram contaram que foi recriado o percurso do painel, desde o primeiro encontro com a temática “onde não estão as mulheres da música”.
  • Pensamos também na história de cada um daqueles nomes que estão no painel, além de comentar as reações suscitadas pelas e pelos transeuntes.
  • Foi notada a falta de um espaço de convivência no CMU. A entrada do prédio, por exemplo, funciona um pouco como este espaço.
  • O relato terminou pensando foi como será a retirada destes papéis.
Compartilhar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *