[Referências] /* sons, afetos e deslocamentos, entre o audiovisual e a arte sonora */ com Marina Mapurunga e Tide Borges

::: Parte 1 (apresentação):

Site da Marina Mapurunga: http://mapu.art.br/

Site Tide Borges: https://www.imdb.com/name/nm0096601/

SOCINE (Sociedade Brasileira de Estudos em Cinema e Audiovisual) – https://www.socine.org/

ENPSC – Encontro Nacional dos Profissionais do Som no Cinema – https://www.facebook.com/enpsc.art.br/

Site Artesãos do Som (Bernardo Marquez) – http://www.artesaosdosom.org/ .

JISMA – Jornada Interdisciplinar de Som e Música no Audiovisual –

https://conferencias.ufrj.br/index.php/jisma/

ABC – Associação Brasileira de Cinematografia https://abcine.org.br/site/

NuSom- Núcleo de Pesquisa em Sonologia da USP – http://www2.eca.usp.br/nusom/

Trilha: Carteadas, da Sonora, do álbum Vozes Sem Palavras (SONatório org.) – https://sonatorio.bandcamp.com/track/carteadas-binaural

Livro: HOLANDA, Karla; TEDESCO, Marina Cavalcanti. (org.). Feminino e plural: Mulheres no cinema brasileiro. Campinas, São Paulo: Papirus, 2017

::: Parte 2 (Ceará):

Inês Mapurunga, canal do youtube: https://www.youtube.com/channel/UCVBugoI-r_CrbaKtg0FALQA / https://www.facebook.com/memoriacantada/

Alfredo Miranda ao Pife: http://www.veronicammiranda.com.br/alfpife.htm

Marie Deutschland – https://de.wikipedia.org/wiki/Marie_Deutschland / álbum Frau Trude/Ziotek https://www.discogs.com/pt_BR/Marie-Deutschland-Frau-Trude-Ziotek/release/1033903

Escola de Audiovisual de Fortaleza Vila das Artes (link do canal do YouTube da Vila das Artes): https://www.youtube.com/channel/UCz3MAypTifZxA8ztBblegIg)

Projeto Político Pedagógico da Escola Pública de Audiovisual Vila das Artes: https://pt.calameo.com/books/0050678664307602d4d5e

Alexandre Veras: https://mapacultural.fortaleza.ce.gov.br/agente/9264/

Filmes feitos na Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes:

Palavras Mortas? (2008) – dirigido por Marina Mapurunga (https://youtu.be/IJiUYR6rFsk )

SENSVS (2010) – dirigido por Marina Mapurunga (https://www.youtube.com/watch?v=SuBxWDFZ4ik)

Opus X: para teclado de objetos sonoros (2011), instalação sonora de Marina Mapurunga, durante a residência Conexões Estéticas (2011): https://www.youtube.com/watch?v=LsjV9r970J8&feature=emb_title

Luiz duVa: https://www.luizduva.com.br/

Livro: O som no cinema brasileiro (autor: Fernando Morais da Costa) – https://www.7letras.com.br/o-som-no-cinema-brasileiro.html

::: Parte 3 (Rio de Janeiro):

Prof. Fernando Morais da Costa: http://www.cinevi.uff.br/corpo-docente/fernando-morais

Site do duo O Grivo: http://www.ogrivo.com/

Dissertação de Marina Mapurunga, Culinária Sonora: Uma análise da construção sonora d’O Grivo em cinco micro-dramas da forma de Cao Guimarães: https://www.academia.edu/10981417/CULIN%C3%81RIA_SONORA_UMA_AN%C3%81LISE_DA_CONSTRU%C3%87%C3%83O_SONORA_DO_GRIVO_EM_CINCO_MICRO-DRAMAS_DA_FORMA_DE_CAO_GUIMAR%C3%83ES

Alexandre Jardim: http://ctav.gov.br/2012/05/28/espaco-do-especialista-2/

Livro da Virgínia Flôres, O Cinema: uma arte sonora: http://www.annablume.com.br/loja/product_info.php?products_id=1896&osCsid=ih6nkjj8p3h

Prof. Rodolfo Caesar: https://ppgm.musica.ufrj.br/rodolfo-caesar/

Audiorebel – https://audiorebel.com.br/

::: Parte 4 (Bahia):

SONatório: www.sonatorio.org
OLapSo (Orquestra de Laptops SONatório): www.sonatorio.org/olapso

UFRB- Universidade Federal do Recôncavo da Bahia- www.ufrb.edu.br
CAHL/UFRB – https://ufrb.edu.br/cahl/

Festival CachoeiraDoc- https://pt-br.facebook.com/docachoeiradoc/

Mateus Aleluia – https://www.youtube.com/results?search_query=mateus+aleluia

Curso de Cinema e Audiovisual UFRB – https://www2.ufrb.edu.br/cinema/

Mapa Sonoro de Cachoeira – http://mapasonorodecachoeira.sonatorio.org/

Curso de Artes Visuais UFRB – https://www2.ufrb.edu.br/artesvisuais/

Grupo de Pesquisa LinkLivre: https://www2.ufrb.edu.br/linklivre/

Longa-metragem – Café com Canela (direção de Ary Rosa e Glenda Nicácio) – teaser: https://www.youtube.com/watch?v=ZaitUsriWfM , disponível no prime em: https://www.primevideo.com/detail/Caf%C3%A9-com-Canela/0PZ0Q0W9L3LPMKJUTUCZU5CYZ5

Curta-metragem – Maré (direção Amaranta Cesar): http://gp2019.academiabrasileiradecinema.com.br/gp2019/curta-metragem-documentario/mare/

::: Parte 5 (São Paulo):

NuSom- Núcleo de Pesquisa em Sonologia da USP – http://www2.eca.usp.br/nusom/

Orquestra Errante – http://www.orquestraerrante.eca.usp.br

Prof. Fernando Iazzetta – http://www2.eca.usp.br/nusom/fiazzetta

Sonologia I/O: http://www2.eca.usp.br/sonologia/2019/

Exposição de arte sonora Sons de Silicio – https://sonsdesilicio.wordpress.com/ https://gpi-nusom.gitbook.io/documentacao/atividades/eventos/exposicoes/segunda-edicao-sons-de-silicio

Vértice: https://www.facebook.com/vertice.shows/

Língua Fora: https://www.facebook.com/linguaffora/

[Referências] Artes sonoras, práticas críticas e trabalho cultural: potencialidades, afetos e tensões artísticas, criativas e laborais na contemporaneidade com Vanessa de Michelis e Lílian Campesato

Site de Vanessa De Michelis: http://vnss.info/ https://linktr.ee/vandemichelis

Site do Azucrina Records: https://azucrinarecords.github.io/

Filme: Post – Interludio, https://vimeo.com/189941176?fbclid=IwAR0C_zCAZt_t5dxgtPtyRE19c__FcWU2hZRML4Lwr
qiXwem6tNl0WXpQREQ

JK-GIBSON- GRAHAM
http://www.communityeconomies.org/people/JK-Gibson-Graham
https://redrawingtheeconomy.info/ (Drawing Icebergs workshops)

Her Noise Archive – http://hernoise.org/documentation/introduction/

Lina Džuverović – http://www.dzuverovic.org/

Mapeando deslocamento do poder – atuação x representação
https://www.powercube.net/analyse-power/what-is-the-powercube/

Audiosphera – https://www.museoreinasofia.es/en/exhibitions/audiosphere


Alves, G. L. (2008) ‘History of Pedagogical Ideas in Brazil (en) – (pt) História das idéias pedagógicas no Brasil’, Revista Brasileira de Educação, 13(37), pp. 173–178. doi: 10.1590/S1413-24782008000100016.

AZ Records (2010) ‘AZ Records: Reporting an Experience with Netlabels (en-pt) Relatos de uma experiência com selos virtuais’, in Brito, T. (ed.) Digital Counterculture: Critical Production in Digital Media (en-pt) Contracultura Digital: reflexões críticas em midias digitais. Available at:
http://www.bibliotecadocomum.org/files/original/040d139ba35d02d959d108190214552c.pdf
(Accessed: 10 May 2020).


AZ Records and De Michelis, V. (2015) DIY Stage Setup for Women – Sound Stage Setup for Women, Vimeo. Available at: https://vimeo.com/118425650 (Accessed: 10 May 2020).


Banks, M. (2017) Creative justice: cultural industries, work and inequality. London ; NewYork: Rowman & Littlefield International. Bassanesi, C. (2018) ‘Residencies as spaces for production and relflection in the arts (en) – (pt) AS RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS COMO ESPAÇOS DE REFLEXÃO E PRODUÇÃO DE ARTES’, Revista Observatório Itaú Cultural, pp. 160–169.

Burgos, F. (2009) ‘Cultural Policy in Brazil: a historic of institutional advancements and regress (en) – (pt) Política Cultural no Brasil: Histórico de Retrocessos e Avanços Institucionais’, in. XXXIII Encontro da ANPAD. Available at: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/APS3105.pdf.

Calabre, L. (2005) ‘Historic of Cultural Policy in Brazil (en) – (pt) Política Cultural no Brasil: um Histórico’, in. I Encontro Nacional de Educação e Cultura, Fundação Casa Rui Barbosa.


Campesato, L. and Iazzetta, F. (eds) (2019) Local practices, universal discourses (en-pt) PRÁTICAS LOCAIS, DISCURSOS UNIVERSALIZANTES: Relendo a música experimental. Salvador – Brasil: Universidade Federal da Bahia. Available at: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/29726/3/desobediencia_sonora_cristiano_figueiro_org_rev-29-julho.pdf.

Daichtendt, G. J. (2009) ‘Redefining the Artist-Teacher’, Art Education. National Art Education Association, 62(5), pp. 33–38.

De Michelis, V. (2019) Handmade Electronic Instruments and Stage Setup Workshops, website. Available at: https://www.vandemichelis.info (Accessed: 10 May 2020).

Desenhaudio (no date) Vimeo. Available at: https://vimeo.com/14684697 (Accessed: 10 May 2020).

Džuverović, Lina (2020) THE LOVE AFFAIR BETWEEN THE MUSEUM AND THE ARTS OF SOUND. Available at: http://www.dzuverovic.org/?path=/texts/the-love-affair-between-the-museum-and-the-arts-of-sound/ (Accessed: 1 March 2020).


Figueiró, Cristiano (ed.) (2019) Sonic Desobedience: Experimental Music Labels and their Sustainable Technologies (en) – (pt) Desobediência Sonora: Selos de Música Experimental e Suas Tecnolgias de Sustentabilidade. Salvador – Brasil: Universidade Federal da Bahia. Available at:
https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/29726/3/desobediencia_sonora_cristiano_figueiro_o
rg_rev-29-julho.pdf
.

Gibson-Graham, J. K. (2006) A postcapitalist politics. Minneapolis: University of Minnesota Press.

Giroux, H. A. (2010) ‘Rethinking Education as the Practice of Freedom: Paulo Freire and the Promise of Critical Pedagogy’, Policy Futures in Education, 8(6), pp. 715–721. doi: 10.2304/pfie.2010.8.6.715.

Handmade Electronic Music: The Art of Hardware Hacking, 2nd Edition (Paperback) – Routledge (no date) Routledge.com. Available at: https://www.routledge.com/Handmade-
Electronic-Music-The-Art-of-Hardware-Hacking-2nd-
Edition/Collins/p/book/9780415998734
(Accessed: 24 February 2020).

Intersessões (no date) Flickr. Available at:
https://www.flickr.com/photos/azucrinarecords/sets/72157624565506227 (Accessed: 24 February 2020).

Kori, L. and Novak, D. (2020) ‘Handmade Sound Communities’, in Handmade Electronic Music The Art of Hardware Hacking. Third edition. New York: Routledge. Available at: https://www.routledge.com/Handmade-Electronic-Music-The-Art-of-Hardware-Hacking-3rd-Edition/Collins/p/book/9780367210106.

Latin Elephant (2020) Working Disobedience from Latin America. Available at: http://www.workingdisobedience.com/.

McCall, V. and Gray, C. (2014) ‘Museums and the “new museology”: theory, practice and organisational change’, Museum Management and Curatorship, 29(1), pp. 19–35. doi: 10.1080/09647775.2013.869852.

McRobbie, A. (2016) Be creative: making a living in the new culture industries. Cambridge, UK ; Malden, MA: Polity Press.

Mintz, A., X, A. and Veneroso, P. (2010) ‘Marginalia+Lab v. 1 – Magazine No 01’. Available at: https://www.academia.edu/36959347/Revista_Marginalia_Lab_v._1.

Negri, A. and Emery, E. (2018) From the factory to the metropolis. English edition. Cambridge, UK ; Malden, MA: Polity Press (Essays, volume 2).

Neiva, T. (2019) ‘Engaged Sonorities: Politics and Gender in the Work of Vanessa De Michelis’, in Chaves, R. and Iazzetta, F. (eds) Making it heard: a history of Brazilian sound art. New York: Bloomsbury Academic (Sound studies).

News | Community Economies (no date). Available at:
http://www.communityeconomies.org/index.php/ (Accessed: 22 June 2020).

Pearse, H. (1992) ‘Beyond Paradigms: Art Education Theory and Practice in a Postparadigmatic World’, Studies in Art Education, 33(4), p. 244. doi: 10.2307/1320669.

Pringle, E. (2009) The Artist as Educator: Examining Relationships between Art Practice and Pedagogy in the Gallery Context, Tate – Tate Papers no.11. Available at: https://www.tate.org.uk/research/publications/tate-papers/11/artist-as-educator-examining-
relationships-between-art-practice-and-pedagogy-in-gallery-context
(Accessed: 24 April 2020).

Rennó, R. (2009) Laboratories: spaces of production, diffusion and research in art and technology (en) – (pt) Laboratórios: Espaços de produção, difusão e pesquisa de Arte e Tecnologia, Vimeo. Available at: https://vimeo.com/21528675 (Accessed: 24 February 2020).

Rey, G. (2018) ‘Symbolic Mutations, Cultural Redesign and Education: The library, the Museum and the Laboratory In defense of Arts-Education (en) – (pt) Mutações simbólicas, Redesenhos culturais E educação: A biblioteca, o museu e o laboratório’, Revista Observatório Itaú Cultural, pp. 115–131.

Roelvink, G., St. Martin, K. and Gibson-Graham, J. K. (eds) (2015) Making other worlds possible: performing diverse economies. Minneapolis: University of Minnesota Press.


Scharff, C. (2019) Gender, subjectivity and cultural work: the classical music profession. London: Routledge.

What is the powercube? | Understanding power for social change | powercube.net | IDS at Sussex University (no date). Available at: https://www.powercube.net/analyse-power/what-is-
the-powercube
/ (Accessed: 22 June 2020).

Zerbinatti, C., Nogueira, I. and Pedro, J. M. (2018) ‘A emergência do campo de música e gênero no Brasil: reflexões iniciais’.

/* sons, afetos e deslocamentos, entre o audiovisual e a arte sonora */

Nessa sétima edição do Às vivas, /* sons, afetos e deslocamentos, entre o audiovisual e a arte sonora */, Tide Borges conversa com Marina Mapurunga, pesquisadora, professora, artista sonora e integrante da Sonora. Marina nos contará seu percurso que vai de práticas sonoras no audiovisual (como técnica e editora de som) à arte sonora, partindo de seus deslocamentos entre os estados do Ceará, Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo.

Link do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/278217616869458/permalink/278218113536075/?notif_t=page_post_reaction&notif_id=1592522254866344

Ata da reunião de 17/08/2020 – Operacional

Informes:

  • Quarta-feira 19/08 será o lançamento do podcast das Jazzmin’s. Tide estará num ao vivo sobre assedio, pela ABCine. Foi lembrado que a Sonora já quis fazer esse movimento, uma reunião sobre isso.
  • Assunto do aborto que mobilizou a internet hoje: Sonora vai se manifestar em repúdio?

Pauta:

  • Festival Distopia (Dystopie) Berlim-Brasil – é um festival criado pelo errandsound. Tem residências artísticas (Marina está inscrita), mostras de trabalhos, um simpósio (Lilian está na organização), etc. O simpósio envolve 3 ou 4 sessões, com o tema “como criar ferramentas para sair da bolha”. O Festival pretende vir para o Brasil em 2021, e a Sonora coordenará alguma parte. Para o Festival da Alemanha a Sonora precisa fazer um vídeo de apresentação até dia 7/10. Para a mostra, a Sonora participa da seleção e curadoria de trabalhos de mídia fixa. A Sonora precisa indicar 10 artistas mulheres (não binarias, etc.). Lilian falou com a Valeria, Mariana e Marina, e lembrou da Janete El Haouli. Eliana sugeriu a Patricia De Carli, Marina sugeriu a Thais de Campos, de Fortaleza.  Há uma outra lista que não é da responsabilidade da Sonora, em que já figuram Vanessa de Michelis, Marcela Luccatelli e talvez a Bartira (citada pela Marina). O Festival disponibiliza 50 euros para cada participante.
  • Podcast Ximena: Manon ficou de ver como está o cronograma deste podcast, a parte das conversas, etc. É preciso armar um roteiro, Lilian pensou em captar algumas imagens sonoras da rua, no beco do Batman, ou outras sugestões. A Lucia estava com os arquivos da peça Deep Listening e ficou de ajudar a Marina na edição. Marina já baixou os arquivos e vai falar com a Lucia.
  • Video Jazzmin’s: O lançamento do podcast será dia 19/8 e o vídeo será dia 26/8. É importante acessar o vídeo no youtube no horário para aumentar o alcance. Se for possível seria bom comentar e compartilhar. Domingo a tarde também é um dia bom de divulgação, podemos divulgar o vídeo.
  • Pessoas novas – fazer introdução.
  • Playlists para Radio Caso – a 3ª já está quase pronta. A Sonora tem espaço garantido às sextas-feiras, 18:00, por enquanto. Flora e Carolina ficaram de fazer a curadoria de uma playlist de música popular, mas não se insere no recorte desta radio, será para por no site e no youtube da Sonora. Marina sugeriu o site arquivo.org.
  • Radio USP: quem está responsável? Ver como poderíamos mandar nossas playlists e programas de radio.

Playlist #2 Sonora para Radio CASo

Sextas-feiras de agosto (14/08, 21/08, 28/08), às 18h (UTC-3, Arg/Br).

Organizamos uma segunda playlist para esse projeto argentino lindo de transmissão 24h nos campos da música experimental, arte sonora e música contemporânea. Essa playlist foi feita a partir de uma chamada aberta, com organização de Mariana Carvalho e Marina Mapurunga.

Transmissão no site:
https://centrodeartesonoro.cultura.gob.ar/

Artistas participantes: Amanda Jacometi, Ariane Stolfi, Banda de Garotas Instantâneas, BARTIRA, Camila Machado, desconcerta, Flora Holderbaum, Gisele Bernardes, Ianni Luna, Leandra Lambert (Lori Yonï), Lara Sorbille, Laura Wrona, Marcela Lucatelli, Marion Velasco e Marina Camargo, O Exílio (Olivia Luna e Rayra Costa), Rayra Costa, Rheremita Cera.

Ata da reunião de 10/08/2020 – Operacional

Estiveram presentes: Mariana, Flora, Carolina, Lilian, Marina, Manon, Georgia e Eliana.

Pauta:

  • Jazzmin’s: Lançamento. O vídeo e o podcast estão prontos, foi sugerido fazer um teaser de lançamento de cada um. Eliana ficou de falar com a Liz da Jazzmin’s para ver se elas concordam com a data (4ª feira da semana que vem – vídeo? Podcast? Um por dia ou por semana?) e se elas têm plataformas para lançar ao mesmo tempo. Também ficou de pedir a alguma(s) delas para fazer uma chamada (no celular mesmo) para o lançamento e enviar para a Sonora.?  
  • Vídeo da Sonora para divulgação: Eliana comentou do vídeo do Sonora Compositoras (apresentado no Fimuca 2020), que mostra um pouco do trabalho e das conquistas delas, com depoimentos. Seria bom fazermos um da nossa rede, com materiais que acumulamos nestes 5 anos. Seria ideal para comemorar este aniversário.
  • Horário de reuniões: segunda-feira às 17:00 h.
  • Novas integrantes: vamos fazer uma atividade de abertura? Já há 2 interessadas, Mariana e Deh (do Fimuca).
  • Playlist 2: Poderá ser lançada na radio Caso nesta sexta-feira. Chegaram muitas músicas pela chamada, inclusive música popular. Uma playlist 3 vai aproveitar as obras que sobraram. Foi sugerido que a Carol e a Flora pensassem numa playlist de música popular, incluindo faixas que elas já têm.
  • O espaço do Soundcloud da Sonora está acabando. Discutir estas plataformas na semana que vem.
  • Podcast Ximena: Manon disse que o coração do podcast está pronto. Falta gravar os nomes das mulheres que participaram da gravação, além de editar a peça Deep Listening da Pauline Oliveros. Lilian e Mari vão editar as conversas do podcast sexta-feira. Seria possível lançar o podcast em setembro? Depende da Lucia também, que ficou de ajudar na edição.
  • Cronograma das atividades da sonora em 2020/2 (projetos, atividades, etc) ficou para a próxima reunião.
  • Festival dystopie: de meados de outubro a meados de novembro. Tem várias chamadas de trabalhos artísticos. O festival tem dinheiro. O próximo evento será no Brasil, talvez com apoio do instituto Goethe, ou SESC, enfim. Lilian foi convidada para a edição deste ano. Marina foi convidada para ser artista em residência. Vai haver uma mostra de 20 trabalhos em mídia fixa e a Sonora foi convidada para fazer esta curadoria. Cada trabalho recebe 50 euros. O prazo para a indicação das artistas é inicio de setembro. Estes nomes sairão nos materiais de divulgação. Laura Mello está na organização. Terá um simpósio também, a Sonora deve preparar algo para outubro.